Autor: Anderson Mattozinhos

BASIC©: Conheça o método para implantar insights comportamentais

Tem horas que parece que vamos ficar sem assunto, ou na melhor das hipóteses passar algum tempo chovendo no molhado. Mas em se tratando de Economia Comportamental e Ciências Comportamentais… Ficar sem assunto ou chover no molhado não é opção! Esta semana pesquisando assuntos relacionados a aplicação de insights comportamentais para Políticas Públicas, pude ter contato com um trabalho excelente, realizado pelos pesquisadores Karsten Schmidt e Pelle Guldborg Hansen da consultoria iNudgeyou [http://inudgeyou.com]. Eles criaram um framework onde traçam de uma forma muito interessante como insights comportamentais podem ser aplicados a Políticas Públicas. Abaixo segue o framework idealizado pelos...

Read More

PodCast: Antropologia do Consumo com Hilaine Yaccoub

Olá pessoal! Mais um PodCast do Geekonomics no ar, estreando nossa terceira temporada já no início de 2018, afinal agora que o carnaval passou, as coisas podem começar a tomar o ritmo normal. Se bem que quem está acompanhado o site, vai perceber que não paramos. Mesmo na folia continuamos a todo vapor por aqui. E é com essa animação que trouxemos um tema espetacular: Antropologia do Consumo! No PodCast, Eu – Anderson Mattozinhos conversei com a Hilaine Yaccoub, que apresento melhor logo abaixo. A Conversa foi tão espetacular que rendeu dois episódios. O primeiro você confere hoje e...

Read More

Selic caiu e daí?

O comitê de Política Monetária (COPOM) divulgou ontem (07/02/2018) nova queda da taxa SELIC. A taxa de juros, considerada referência para economia brasileira passou de 7,00% para 6,75; uma queda de 0,25%. Como sempre todos os jornais vão noticiaram a queda, mas o que você, pessoa física ou sua família tem a ver com a Selic? Vou inicialmente explicar o significado da SELIC, tentando deixar claro, de forma simples o que a taxa significa. A Taxa Selic é calculada pelo Banco Central do Brasil pela média ponderada dos juros praticados pelas instituições financeiras. A taxa reflete em média quanto...

Read More

Excesso de confiança faz bem?

Profissionais as vezes podem se comportar de maneiras irracionais. Um dos comportamentos mais comuns, seja em âmbito da execução seja na tomada de decisões, é adotar postura onde compromissos são assumidos sem que haja efetivamente condições técnicas do profissional ou emocionais para entregá-lo. Temos sempre que lembrar que somos seres de racionalidade limitada. A foto abaixo ilustra um caso onde a racionalidade limitada está muito evidente. Vocês devem lembrar deste caso que aconteceu e, 2012. Uma restauradora contratada para restaurar uma obra do século XIX, protagonizou um dos casos mais bizarros de que tenho conhecimento. Demonstrando talvez excesso de...

Read More

PodCast: Viagem a Cuba

Talvez este seja o podcast mais estranho que você vai ouvir nos últimos tempos. Não pelo tema, mas pela forma como gravada. Ultimamente os podcasts tem dado um show em produção e pós-produção, mas neste caso aqui nossa ideia foi deixar as formalidades de lado para aproveitar um momento único. Uma cafeteria, brigadeiros e uma boa conversa tem feito parte de minha rotina nos últimos meses. Com isso conheci pessoas como o kaka que vocês vão ouvir neste podcast. Em um dia despretensioso que ele retornava de suas férias em Cuba, resolvi gravar nossa conversa. O resultado? Um papo...

Read More

BREXIT: Oportunidade para o Brasil

Exatamente um ano atrás publicamos um #post sobre o  BREXIT onde discutimos que a saída do Reino Unido pode não ser uma má estratégia econômica. Hoje divulgamos o PIB de 2015 da Zona do Euro, onde houve crescimento de 2,5%. No entanto o Reino Unido cresceu 1,8%. Crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) na Zona do Euro em 2017. O resultado mostra crescimento de 2,5% demonstrando que o bloco parece ter vencido a crise de crédito de anos anteriores. Gráfico via jornal Estadão. Crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) do Reino Unido. O indicador apresentou crescimento de 1,8%. Comparado...

Read More

O que explica a preferência do brasileiro pelo Whatsapp?

Sempre me perguntei porque o Whatsapp se tornou o fenômeno que vemos nos dias de hoje? Essa pergunta vem me incomodando já faz algum tempo e parece que quanto mais pesquiso, menos encontro respostas satisfatórias para essa questão. O que me motivou a escrever este post foram algumas reflexões de eventos que aconteceram por aqui nos últimos anos. Seja por determinação da justiça ou por problemas técnicos, o Brasil já vivenciou algumas interrupções de funcionamento do Whatsapp. Se você já era usuário do aplicativo quando alguma dessas interrupções aconteceram, vai lembrar que imediatamente após a parada, usuários enlouquecidos logo...

Read More

Entenda de uma vez o conceito de Aversão à Perda

As vezes algumas ideias passam pela minha cabeça e o que de início pareça ser uma piada ou mero devaneio, se torna algo interessante para analisar, estudar e às vezes até mesmo postar aqui no Geekonomics. Hoje tive um desses episódios. Conversando com o Rafael Jordão sobre memes, me veio a cabeça duas imagens ligadas a eventos que pode facilitar muito o entendimento do conceito de aversão à perda. ENTENDENDO O CONCEITO DE AVERSÃO À PERDA (Via: Behavioral Economics) “A aversão à perda é um conceito Economia Comportamental importante associado à teoria das perspectivas e de forma resumida foi...

Read More

Quebrando a estratégia de crescimento do Uber

Eureka é um espaço para deixar a imaginação fluir em ideias sem restrições. Hoje vou viajar aqui avaliando a ideia: Quebrando a estratégia de crescimento do Uber. Desde que o Uber chegou ao Brasil muita coisa aconteceu. Tivemos passeatas, protestos, violência contra motoristas do aplicativo e um monte de imbróglio político. Todo barulho causado, no entanto, chega a ser enfadonho. Nos dias atuais tudo do que se faz para protestar é mimimi, quebra quebra, passeatas e posts enfurecidos nas redes sociais. Eu admito que estou meio cansado desse tipo de estratégia como forma de ação. Foi pensando no caso...

Read More

Case: Economia Comportamental aplicada a políticas públicas

Falar que a área de estudos do comportamento humano tem estado em ebulição nos últimos anos já está virando lugar comum, o que é um motivo mais do que justo para comemorarmos. Tivemos em 2017 o Prêmio Nobel de Economia novamente agraciando a área e um de seus principais expoentes Richard Thaler. Mas as boas novas não pararam por aí. Por isso resolvi trazer um case prático onde a Economia Comportamental aplicada à políticas produziu resultados relevantes. Uma das principais áreas onde podemos verificar aplicação das ciências comportamentais tem sido para suporte às políticas públicas. Mas essa aplicação não...

Read More

Fique atualizado

Tweets Recentes

Categorias