Autor: Anderson Mattozinhos

Teoria do Sistema Dual explicada pela neurociência

Seria uma evidência de como nosso sistema 1 é formado ou treinado? Uma confirmação da neurociência que valida a Teoria do Sistema Dual? No estudo que deu origem à imagem cerebral, mostrada logo abaixo, pesquisadores mapearam a atividade cerebral de pessoas em dois momentos distintos: A primeira vez que jogaram Tetris e após já estarem familiarizados com a tarefa de jogar o mesmo jogo. O que os pesquisadores descobriram? Na imagem do lado esquerdo vemos a atividade cerebral quando uma pessoa experimentou pela primeira vez o jogo Tetris. É possível notar, apesar da imagem estar em preto e branco,...

Read More

Porque a poupança chinesa não para de crescer?

A poupança na China pode ultrapassar os 50% do PIB do país em 2017, um valor muito alto que chega a ser 26% maior que a média de poupança global. Esse fato se repete em outros países asiáticos como Japão por exemplo, porém o nível mostrado para a poupança chinesa impressiona. Ao ver esse dado uma pergunta me veio à mente: O que será que vem levando os chineses a terem um comportamento de poupança tão acentuado? Será que eles teriam uma propensão maior ao autocontrole? Antes de discutir o perfil de consumo dos chineses, compartilho o gráfico referente...

Read More

Consórcio não é poupança nem investimento

Com a crise no mercado de crédito, consumidores voltam a aumentar demanda por consórcios para aquisição de veículos. Consórcio é uma opção que pode mascarar muito a operação financeira, deixando aqueles que optam pela modalidade com ilusão de poupança e de comportamento conservador. Diferente daquilo que os vendedores, propagandas e administradoras de consórcio pregam, adquirir um consórcio não pode ser considerado como um comportamento de poupança. Apesar de fornecer mecanismo que ajuda no autocontrole, os consórcios são produtos financeiros que se aproximam mais de financiamentos do que de aplicações para poupar recursos financeiros. Consórcios tem característica muito semelhante ao...

Read More

Efeitos da procrastinação

Conseguimos mostrar quais os efeitos da procrastinação em apenas um gráfico. Nem sempre paramos para pensar a respeito, mas procastinar pode causar efeitos muito danosos ao nosso estdo psicológico. Ansiedade, medo e vergonha, quando procastinamos, agem silenciosamente aumentando o custo psicológico do comportamento de procrastinação. Com isso, como é possível ver no gráfico abaixo, durante a fase improdutiva há considerável aumento da ansiedade, vergonha ou medo. (FASE IMPRODUTIVA) Já na transição entra a fase improdutiva para quando decidimos efetivamente iniciar a ação procrastinada, a ruptura da inércia causa uma espécie de “ruído” desencadeando uma variação nos estado psicológico, onde...

Read More

Mapa de Nudge Units

Cada vez mais em destaque como instrumento de políticas públicas, a Economia comportamental vem dando grande suporte para melhorar os resultados e comportamentos dos agentes econômicos. No mapa vemos marcado em azul os locais onde esferas governamentais vem fazendo uso de Nudges para melhorar os resultados. (Via Rotman). Destaque para Prefeitura do Rio de Janeiro, que apesar de se concentrar em Nudges para melhorar resultados na arrecadação de impostos vem também implementando Nudges para: Redução do índice de desistência no tratamento de tuberculose, em parceria com o Banco Mundial; aumento do envolvimento dos pais na educação dos filhos e...

Read More

Prioridades digitais: maiores desafios

Estamos no meio da Revolução Digital, não tem mais volta. Segundo pesquisa da Consultoria McKinsey com mais de 2.000 executivos, os desafios culturais e comportamentais são considerados como os maiores desafios enfrentados pelas empresas para atender às prioridades digitais. Analisando os demais itens, é possível verificar que todos tem alguma relação também com comportamento e pessoas. O que queremos dizer sobre isso? Temos aqui um belo campo de trabalho para Economistas Comportamentais e demais áreas que estudam comportamento humano. Abaixo segue o gráfico divulgado pela...

Read More

Poupança dos sonhos Nudge?

Encontrei no Banco do Brasil uma nova forma de poupar intitulada: POUPANÇA DO SONHOS. Essa nova modalidade de poupança permite ao correntista que invista seu dinheiro na caderneta de poupança estabelecendo um objetivo para aquele investimento. Por exemplo, ele pode criar uma poupança para realizar o sonho de trocar de carro, realizar a viagem de férias, cursar um curso no exterior, etc. Cada poupança virtual funciona como um “cofrinho” só que possuem objetivos que podem estimular o correntista a investir, criando o hábito de poupar. A ideia do BB permite dar razão e significado à poupança do correntista, uma...

Read More

Poupança: case com uso de Nudge

Pesquisei sobre possíveis nudges que condicionassem alguma decisão pessoal no aspecto financeiro, encontrei uma serie de materiais interessantes, porém um me chamou bastante atenção. De acordo com o relatório global Findex do Banco Mundial de 2014, apenas 10% dos afegãos têm uma conta bancária, em contrapartida 60% dos afegões têm telefones celulares. % % Afegãos com Conta bancária % % Afegãos que têm celular Em parceria com a “Roshan” (principal operadora móvel do Afeganistão) foi criado e implementado um programa de poupança que pode deduzir automaticamente um percentual do salário dos seus funcionários para a poupança, através de uma conta- carteira...

Read More

Simplificando decisões com Nudge

Todos nós temos planos a realizar em nossas vidas, alguns envolvem a compra de algum bem, uma viagem para uma ilha paradisíaca, fazer um curso fora do país, ou seja, envolvem uma grande quantia de capital, um grande investimento. Porém, o que fazer quando as nossas “necessidades” diárias nos sabotam, quando aquele aparelho de celular é lançado e de alguma forma todos esses sonhos são deixados de lado para o consumo no presente? Essa relação que fazemos entre o momento presente e o momento futuro, dando um valor maior a benefícios obtidos no agora do que a benefícios a...

Read More

Nudge: Como bancos tem usado?

As instituições financeiras, em geral, apresentam uma quantidade bastante significativa de nudges para seus correntistas. Listo algumas que recebo semanalmente: – avisos sobre fraudes eletrônicas, através de SMS; – avisos sobre pontos do cartão que estão prestes a expirar; – acúmulo do meu saldo em conta corrente com o saldo pré-aprovado de cheque especial, sendo o valor apresentado de forma consolidada; – simuladores de financiamento para pagamento parcial da fatura do cartão de crédito; – seguro de cartões (crédito/débito) sendo oferecido como default na contratação. Dentre eles, há nudges benéficos sob a ótica do correntista, como os que alertam para fraudes, por exemplo. Neste caso, o envio de alertas pelo celular garante que...

Read More

Fique atualizado

Tweets Recentes

Categorias