Já publiquei um post aqui no site onde disse que a Selic (taxa básica de juros) servia como instrumento de ancoragem no sistema financeiro brasileiro. Isso porque os movimentos da taxa referencial definidos pelo Banco Central do Brasil, servem de certa forma para ancorar expectativas em relação à economia brasileira e o retorno no mercado financeiro.

Mas hoje novamente me ocorreu que o mercado financeiro brasileiro não se encora apenas na Selic. Como alguns devem ter acompanhado no noticiário, Janet Yellen, a Presidente do FED (Banco Central dos EUA) fez ontem pronunciamento dando conta de que a taxa de juros referencial dos EUA vai subir dos atuais 1% para 1,25%.

ancoragem-janet-yellen

Bastou esse leve aumento para que a Bovespa caminhasse para fechamento no negativo, o que mostra realmente que há uma ancoragem reversa entre a taxa de juros dos EUA e o mercado financeiro brasileiro. Mas qual o motivo desse tipo de movimento no mercado?

Para explicar resolvi separar o assunto em três temas: expectativa, especulação e ancoragem.

EXPECTATIVA

ancoragem-expectativa-mae-da-merda-2Expectativa pode ser definida como sendo:

Situação de quem espera a ocorrência de algo, ou sua probabilidade de ocorrência, em determinado momento.

Um dos principais norteadores das expectativas no mercado financeiro brasileiro é o Relatório Focus. Para quem não sabe do que se trata, tem um post nosso explicando aqui.

O Relatório Focus formaliza as expectativas dos principais agentes financeiros do país. Em última análise, grande parte desses mesmos agentes que estão lá no Relatório Focus dando (seus chutes) suas previsões produzem uma série de informações e recomendações de investimento às quais muitas vezes seguimos.

É verdade que nem todos seguem os agentes convencionais do mercado, afinal hoje existem um número quase infinito de agências e instituições que vendem esse tipo de informação. Mas de uma forma ou outra, estas instituições acabam por consultar e de certa forma orbitar suas em torno das previsões do Relatório Focus. Em Economia Comportamental consideramos isso como um viés de regressão à média.

A importância do Relatório Focus está muito mais em estabelecer determinada normalidade do que em acertar os números. Estabelecer normalidade é o mesmo que dizer que estamos antecipando e eliminando certo componente de incerteza para o mercado.

Reduzir a incerteza é importante, pois cria um ambiente em que os agentes podem antecipar suas estratégias, com base nas suas próprias expectativas e também com base nas expectativas das instituições financeiras que publicam suas previsões e análises.

Sem um instrumento como esse, estaríamos por agora, certamente numa situação bem mais sujeita à pânicos generalizados ou comportamentos de manada no mercado. Não digo que isso não aconteça, mas havendo balizamento de expectativas esses movimentos são seguramente menores.

ESPECULAÇÃO

ancoragem-especulacao

Uma das definições de especulação que mais gosto é: estudo teórico, baseado predominantemente no raciocínio abstrato. Vejam como esta definição é mais complexa do que parece.

Estudo teórico baseado em raciocínio abstrato pode ser entendido quase como uma filosofia. No mercado financeiro essa filosofia pode ser entendida de duas formas diferentes:

1 – Expectativas baseadas em informações abstratas ou puramente apostas com altos graus de incerteza que foram realizadas com base teórica não amparada em evidências.

2 – Movimento intencional de mercado realizado por grandes grupos financeiros que visa criar comportamentos de manada com objetivo de manipular o mercado para apropriar lucros acima da média.

Como visto acima, um movimento na taxa de juros nos EUA deveria criar algum efeito nas expectativas aqui no Brasil. Nada mais natural. Mas nem sempre os movimentos são puramente ligados à expectativa. Temos o componente de especulação agindo e causando efeitos exponenciais nos resultados do mercado.

ANCORAGEM

ancoragem-post

Ancoragem. Em Economia comportamental é definida como:

“Ancoragem é uma forma específica do efeito priming pela qual a exposição inicial a um número serve como ponto de referência e influencia os julgamentos subsequentes sobre o valor.”

(ÁVILA, F.; BIANCHI, A. Guia de Economia comportamental e experimental. São Paulo: EconomiaComportamental. org, 2015.)

A ancoragem está muito presente quando vemos eventos como o de hoje, a divulgação pela Presidente do FED (Banco Central dos EUA) da taxa básica de juros. É relativamente simples perceber que tanto em relação às expectativas, quando em relação aos movimentos especulatórios, ambos foram fortemente e retoricamente ancorados.

Me refiro a retoricamente ancorado pois como vimos acima a especulação é baseada em teoria com pressupostos abstratos e em geral não amparadas em evidências. Para facilitar o entendimento vou deixar uma definição de retórica:

“A retórica é a outra face da dialética; pois ambas se ocupam de questões mais ou menos ligadas ao conhecimento comum e não correspondem a nenhuma ciência em particular. De facto, todas as pessoas de alguma maneira participam de uma e de outra, pois todas elas tentam em certa medida questionar e sustentar um argumento, defender-se ou acusar” (Rhet., I, 1354a).

 O simples fato de os EUA pagarem 0,25% a mais de juros em seus títulos da dívida, não deveria ser suficiente para uma migração dos recursos para os títulos de lá. Afinal o Brasil, por exemplo, ainda paga um spread indecentemente maior.

É por isso que chamo este tipo de ancoragem como: ancoragem retórica. Racionalmente mesmo tendo uma “âncora” nos juros dos EUA, ela sem dúvida tem efeito muito limitado no mercado brasileiro. Com spread de nada menos que 9% e sem grandes riscos no horizonte, era de se esperar que os juros do FED subindo míseros 0,25% não produzisse ancoragem alguma no mercado financeiro brasileiro.

Essa ancoragem retórica encontra explicação apenas em movimentos manipuladores de expectativas que usam, na grande maioria das vezes, estratégias especulatórias forçando o mercado a comportamentos irracionais e de manada.

Se você é investidor, não se preocupe. Veja o movimento da Bovespa no dia seguinte ao aumento e me diga se o fechamento foi ou não no vermelho, com volume de negócios acima do dia anterior? (dia do anúncio do aumento nos juros dos EUA).

Apesar disso tudo, vale a pena pensar em lucrar um pouco com esses movimentos. Cabe, no entanto, ao pequeno investidor pensar se consegue pegar carona na especulação ou se é melhor permanecer como está e esperar a ancoragem retórica passar.