É chegara a última semana do ano e com ela, além da desintoxicação da ceia do natal é preciso tentar se desintoxicar da montanha quase infinita de notícias e previsões ruins para a economia brasileira.

Enquanto todo mundo pensa nas promessas para o ano novo, os economistas olham para o futuro e projetam os indicadores que vão balizar as estratégias para o próximo ano. Nessa esteira temos o FMI já com projeções bem consolidadas para o Brasil (Gráfico abaixo) e o último Relatório Focus de 2015.

Previsões-FMI-2015-2020

O Relatório Focus desta segunda (28/12/15), que traz a expectativa sobre as principais variáveis da economia, não ajuda muito o otimismo. Para o PIB a previsão é de queda de -2,81% um tombo em tanto. No embalo temos ainda a produção industrial com recuo de -3,5%.

pib-focus-28-12-2015

producao-industrial-focus-28-12-2015

Não me perguntem como as previsões conseguiram prever uma ligeira melhora da inflação com IPCA em 6,86% ante os 6,87% da semana passada. Penso que aqui nada mais temos do que o reflexo do otimismo e do clima de fraternidade próprios do natal, rsrsrs.

ipca-focus-28-12-2015

Outra previsão sem explicação é a queda na dívida líquida que foi de 40,20% para 40,00%. Alguns podem argumentar que é resultado de algum otimismo velado pela nomeação do novo Ministro Nelson Barbosa. Eu prefiro pensar que a queda é fruto também do espírito de natal do mercado.

divida-liquida-focus-28-12-2015

Enquanto fica cada vez mais complicado ser otimista, vale a pena não desanimar, afinal não temos possibilidade de um terceiro mandato da ilustre presidANTA presidente.

Para aqueles que tem o coração forte, o Relatório Focus pode ser visualizado na íntegra clicando no link abaixo.

Focus